CARBOXITERAPIA

É uma técnica moderna de infusão de gás carbônico (CO2) em diferentes camadas de pele.

A carboxiterapia melhora a regeneração, oxigenação dos tecidos, promove o aumento na circulação local, do metabolismo celular, da síntese de colágeno e elastina, consequentemente, estimulando a produção celular, promovidos pelo gás carbônico (CO2) . Como a técnica é feita com introdução de agulha é normal ocorrer pequenos hematomas, lembrando que o gás é atóxico e não embólico. Esse procedimento é uma das opções mais eficazes nos tratamentos de flacidez, estrias, aderências, celulite, gordura localizada, olheiras e cicatrizes. Associada a outras terapias como: ultrasson, radiofrequência, endermologia, termoterapia, massoterapias, entre outras, obtém resultados mais eficazes.

Contra-indicações: infecção ativa, doença pulmonar obstrutiva crônica.

DRENAGEM LINFÁTICA

É um procedimento que visa auxiliar o processo natural de drenagem do líquido que está espalhado pelo corpo, realizado pelo sistema linfático. É uma técnica de massagem com movimentos finos, suaves e superficiais, cuja função é drenar os líquidos excedentes que extravasaram das células, permitindo a livre evacuação de toxinas e resíduos metabólicos presentes em várias partes do corpo.
A técnica não deve causar dor nem hematomas e as sessões devem ser feitas até que o edema diminua ou desapareça por completo.
Indicações: redução de edemas, melhora da hidratação e nutrição das células, acelera a cicatrização de ferimentos, aumenta a capacidade de absorção de hematomas e equimoses, melhora o retorno de sensibilidade em cirurgias, reduz a retenção de líquido nos tecidos melhorando a aparência da celulite.
Contra-indicações: fraturas ósseas, febre, infecções, gânglios inchados, osteoporose, trombose, embolias, casos de gripe ou infecção forte, doenças contagiosas.

HECCUS

O Heccus é um aparelho de estética corporal não invasivo, combina terapia por ultrassom, terapia por correntes de média frequência (corrente Aussie) e terapia conjunta (ultrassom e corrente Aussie). Tem por objetivo diminuir o tamanho dos adipócitos (células de gordura) através do calor e vibração das ondas mecânicas do ultrasson, aumentando o metabolismo fazendo com que essas células de gordura sejam transformadas em ácidos graxos e glicerol (energia). 

Por ser uma terapia combinada, temos a opção de trabalhar a região subcutânea e muscular ao mesmo tempo, fortalecendo a musculatura local e diminuindo a gordura localizada.

  

Indicações: gordura localizada, celulite, flacidez,  tonificação muscular, drenagem linfática, pré e pós-operatório, cicatrização de úlceras  e feridas, analgesia e hidrolipoclasia. 

   

Contra-indicações: gestação, inflamações agudas, neoplasia, marca passo, diabéticos e descompensados sem medicação, cardiopatia, epilepsia, (equipamentos auditivos devem ser removidos) e próteses metálicas na região a ser tratada .

MICROAGULHAMENTO

O microagulhameto é um dos tratamentos mais revolucionários da área estética!

O tratamento é realizado através de um aparelho manual ou elétrico, compostos por pequenas agulhas que causam microperfurações na pele. Estas microperfurações são responsáveis pela indução de um processo inflamatório, capaz de estimular os fibroblastos, que são células responsáveis pela produção de colágeno e elastina. Além de facilitar a permeabilização de ativos na pele.

Tem por objetivo melhorar o aspecto da pele, retardar o aparecimento de rugas, tratar linhas de expressão finas, tratar pigmentação de manchas, especialmente do melasma e tratar queda de cabelo.

Vale ressaltar que o microagulhamento pode ser utilizado tanto no rosto, como em outras partes do corpo, inclusive no couro cabeludo para tratar alopecias e queda capilar.

Indicações: redução do melasma, redução de cicatrizes de acne, redução de rugas, redução/melhora de estrias, melhora de poros e textura da pele, redução de cicatrizes traumáticas e/ou cirúrgicas. Pode ser indicado para rejuvenescimento facial, manchas, alopecia e flacidez.

 

Contra-indicações: doenças auto imunes, problemas cicatriciais (queloide), processos inflamatórios agudos, melanomas e indivíduos altamente alérgicos.

TERMOTERAPIA

É uma terapia com calor, cujo tratamento é feito com uma manta térmica com infravermelho longo, através do calor provocado com a manta há o aumento do fluxo sanguíneo, pois ocorre a vasodilatação contribuindo para eliminação de catabólitos (substâncias indesejáveis). A cada um grau de aumento de temperatura aumenta o metabolismo em 13%, fazendo com que haja um maior gasto de energia (queima de gordura), contribuindo também para o aumento da circulação linfática, permeabilidade cutânea, combate o stress, redução de ácidos graxos, tenção muscular e doenças reumáticas. ​

 

Indicações: diminui edema, HLDG (celulite), reduz o stress, aumento da circulação sanguínea, redução do ácido lático (causador de fadiga muscular), reduz medidas, estimula o metabolismo, elimina toxinas, absorve nutrientes para o sangue, melhora a oxigenação, fortalecimento dos ossos.

 

Contra-indicações: pressão alta, pressão baixa, doenças auto imunes, inflamações cutâneas, trombose e neoplasias.

ENDERMOTERAPIA

A endermoterapia, que também pode ser chamada de vacuoterapia, é uma técnica realizada através do manuseio de um aparelho que contém 2 rolos para deslizar sem gerar atritos sobre a pele, favorecendo uma melhor sucção com a câmara de vácuo. O objetivo é formar uma prega cutânea devido à pressão negativa e vácuo entre os dois rolos contidos no aparelho. São realizadas massagens em diversos sentidos, o que estimula a circulação linfática local.
 

A endermoterapia é muito procurada para reduzir os incômodos que as celulites oferecem às mulheres. Afirma-se que a submissão ao procedimento estético pode melhorar a aparência da pele, eliminar algumas gordurinhas localizadas e ainda combater as tão temidas celulites. A técnica também pode contribuir para o relaxamento muscular, colaborar com o sistema circulatório, aumentar a oxigenação dos tecidos e ainda favorece a eliminação de toxinas indesejáveis ao corpo.

 

É dito que a endermoterapia pode demonstrar seus efeitos a partir da quarta sessão, mas são recomendadas no mínimo 10 e essas devem ser feitas pelo menos 3 vezes por semana. O tempo de duração pode variar de acordo com a região submetida, por isso, podemos destacar que as sessões variam de 30 a 50 minutos.

Todos os Direitos Reservados - Estética Corpface 2019

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social